Foto: Shutterstock
Foto: Shutterstock

Uma alimentação rica em peixes, frutas secas e azeite de oliva pode reduzir os riscos de degeneração macular relacionada à idade (DMRI). Esta é a conclusão de um estudo realizado com 2.500 voluntários acima dos 60 anos e divulgado pela revista científica Archives of Ophthalmology em 2009.

A médica Jennifer Tan, da Universidade de Sydney, fotografou a retina de todos os participantes. Os que consumiram peixe — pelo menos uma vez por semana — sofreram uma redução de 31% no risco de desenvolver a DMRI. Já o consumo semanal de castanhas, amêndoas e nozes aumentou a proteção ocular em 35%.

Ainda de acordo com o estudo, o azeite é um dos alimentos mais poderosos no combate à degeneração macular. Segundo Jennifer, 100 ml de azeite por semana reduzem em até 52% os riscos de desenvolver a doença. A ingestão de gordura saturada, ao contrário, pode agravar oproblema. A tese é confirmada pela pesquisadora Elaine Chong, do Centro para Investigação do Olho.

Leia também:  Dia dos Avós: a importância da relação com os netos para a saúde

Ela avaliou 6.700 pacientes entre 58 e 69 anos e concluiu: os que tiveram uma dieta rica em ômega 3, como salmão e sardinha, registraram menor probabilidade de sofrer algum distúrbio na retina. O cardápio de quem deseja se proteger deveincluir, ainda, vitaminas do tipo A, C e E, e sais minerais, como zinco e selênio. O zinco é encontrado em ovos, cereais e frutos do mar. Já o selênio está presente na manteiga e no vinagre.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.