O vereador Mauro Campos (PT), destacou em seu discurso na sessão ordinária da Câmara, de quarta-feira (24) a participação do governo do estado em Rondonópolis.

O petista elogiou a entrega dos 10 leitos de UTI adulta para o Hospital Regional, mas não esqueceu de cobrar o governador a retomada de obras importantes para a cidade, que estão paralisadas, como a canalização do Córrego Canivete. “A população tem cobrado constantemente essa obra de suma importância para milhares de pessoas. Peço ao governador Pedro Taques um olhar carinhoso para as obras de infraestrutura paradas em nossa cidade. Em especial a canalização do Córrego Canivete, que se encontra parada e até o momento sem previsão de retomada”, completa.

Leia também:  Pátio quer tornar Rondonópolis referência em educação

Mauro Campos tem se mostrado um parlamentar preocupado com a questão. O vereador que também faz parte da comissão Pró-Canivete, realiza constantemente reuniões com a comunidade e representantes do poder público na tentativa de resolver o problema que dura mais de 6 anos.

A canalização do Córrego Canivete foi estimada em quase R$ 16,3 milhões, com recursos do Ministério das Cidades (R$ 15,4 milhões) e contrapartida do Estado (R$ 845,4 mil). A Secretaria de Infraestrutura entrou com R$ 243 mil para formular o projeto da obra, que prevê mais 12 km de asfalto e construção de galerias pluviais.

A canalização deveria ocorrer numa de distância de quase 3 km, que compreende a Rua Campo Grande até as margens do Arareau, onde desemboca o Canivete.

Leia também:  Vereador vai à Cuiabá procurar parcerias entre os poderes

A obra começou ainda no governo Blairo Maggi (PR), passou por Silval Barbosa (PMDB) sem grande evolução. A esperança agora é de que com Pedro Taques os trabalhos sejam retomados e finalizados.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.