O vereador Elton Mazette (PSC) cobrou, durante sessão ordinária de quarta-feira (24), que as escolas da rede municipal, estadual e particulares voltem a disponibilizar o ensino religioso como disciplina.

Ele explica que a questão é séria e inclusive está sendo tema de discussão no Supremo Tribunal Federal (STF).“Há pouco tempo o ensino religioso fazia parte da grade escolar. Porém, percebemos que, quando foi retirado das escolas, a violência entre os alunos e até contra professores aumentou. Recentemente, tivemos o caso em Rondonópolis onde um aluno chegou a bater na cara da professora”, comentou.

De acordo com Mazette, a sua defesa pela volta da religiosidade nas escolas é que ela seja de forma democrática. “Não defendo que este ensino tenha placa de igreja ou de qualquer denominação. O que defendemos é a prática da religiosidade e também do civismo dentro das escolas, onde acredito que é a melhor forma de enfrentar a violência no convívio escolar”, disse.

Leia também:  DEM pode ser destino de Sachetti e Garcia

Recentemente, o ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso, convocou audiência pública para discutir o ensino religioso nas escolas públicas brasileiras. O tema é alvo da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4439, ajuizada em agosto de 2010 pela então procuradora-geral em exercício, Deborah Duprat. O ministro Roberto Barroso é o relator do processo.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.