Foto: assessoria
Foto: assessoria

A Prefeitura, por meio do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis – Sanear, deu início, na tarde desta quinta-feira (18), ao processo de limpeza e desinfecção do poço artesiano profundo construído no Jardim Maria Vetorasso. Esta é a última fase preparatória para que o poço entre em funcionamento. O novo poço irá reforçar o abastecimento dos bairros da região, beneficiando assim, cerca de quatro mil pessoas. Este processo de limpeza e desinfecção do equipamento deve ser realizado em 72 horas.

“Informamos que a água que é descartada nessa fase não é procedente de vazamento e nem é própria para o consumo humano. Só irá para a rede de abastecimento depois da análise laboratorial e assim que a mesma atinja os índices de qualidade determinados pelo Ministério da Saúde, como é de praxe no Sanear”, diz o diretor de manutenção da autarquia, Cristovão Teixeira.

Leia também:  Alunos da UFMT de Rondonópolis visitam Arquivo Público de Mato Grosso

Ao todo, segundo ele, mais de quatro mil pessoas moradoras dos bairros Jardim Maria Vetorasso I e II e Verde Teto serão beneficiadas com a entrada em operação do novo poço. Antes estes bairros eram abastecidos pelo poço do bairro Verde Teto, mas, como o crescimento populacional na região, tornou-se insuficiente para atender a demanda.

Determinação
Cristovão ressalta que a construção de poço profundo, que tem uma vazão de 80 metros cúbicos, é mais uma importante ação determinada pelo prefeito Percival Muniz para reforçar e melhorar o sistema de abastecimento da cidade.

Fim do Rodízio
Ele lembra que no início de 2013 a capacidade do sistema de produção de água tratada em Rondonópolis (780 litros/segundo) era insuficiente para atender a demanda (960 litros/segundo). Havia um rodízio no abastecimento entre os bairros e, com isso, diariamente, cerca de 70 mil pessoas ficavam sem água.
Contudo, assinala Cristovão, com retomadas de obras, novos investimentos feitos pela atual gestão municipal na ampliação do sistema e a perfuração de novos poços artesianos a produção aumentou, não sendo mais deficitária. “Hoje não há mais rodízio de água, o serviço melhorou e os investimentos seguem”.

Leia também:  Palhaços da Divertores da Alegria entram em ação neste sábado
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.