Foto: reprodução
Foto: reprodução

Um dos melhores poker pros do Brasil, o paulistano Thiago Decano conquistou um bracelete da WSOP (World Series of Poker) na noite deste domingo (21) ao superar um field de 989 jogadores do mundo inteiro, incluindo o jogador mais lucrativo da Grécia, Sotirios Koutoupas, com quem fez o heads-up.

Ao cravar o Evento 38 da série 2015, um No Limit Hold’em de US$ 3 mil, Decano recebeu uma premiação de US$ 546.843 e aumentou o número de campeões mundiais do Brasil, que já conta com um bracelete do Team PokerStars Pro André Akkari e outro de Alê Gomes.

Ao adicionar a vitória a seu currículo, Decano registra seu 17º cash na série e chega a mais de US$ 1 milhão em ganhos no mundial.

Na série 2015, os brasileiros chegaram a três mesas finais, sendo a primeira com Manoel Assunção com o terceiro lugar em um 6-Max e a segunda com Fernando Konish e Caio Toledo, que ficaram em sétimo e oitavo, respectivamente, no Monster Stack de US$ 1.500. A torcida verde e amarela finalmente explodiu em festa depois que o heads-up de Decano acabou com o tão esperado all in-call.

Leia também:  Resumo de novelas para esta segunda-feira (05)

Na mão do bracelete, Decano anunciou o call com A9 e viu Koutoupas ficar com o segundo lugar com o showdown de A5 para o bordo 442 6 4.

No HU que durou menos de duas horas, Decano entrou com 80 BBs enquanto Koutoupas detinha 43 BBs. Com uma leitura precisa do adversário, o brasileiro não deixava Koutoupas dobrar no aperto final e fez churrasquinho grego com o stack de Koutoupas em várias mãos ganhas na disputa de potes importantes, incluindo um belo call assim que o blind subiu para 80 mil/160 mil ante 20 mil.

Do botão, o brasileiro abriu raise de 2 BBs e tomou call. O grego deu check no flop 445 e Decano cbetou. Check novamente. Um 2 no turn e Koutoupas deu mais um check, seguido por um check de Decano. Ao ver um 8 no river, Koutoupas mandou mais 4 BBs. Decano puxou o pote com 62, já que Koutoupas tinha Q6.
O 5handed

Leia também:  Resumo de novelas desta quinta-feira (17)

Decano voltou aos panos para o final da FT com 4.510.000 fichas (45 BBs), ainda com os blinds a 50 mil/100 mil ante 10 mil para encarar outros quatro jogadores. Atrás dele em fichas, apareciam Jesse Sylvia com 40 BBs, Sam Razari com 26 BBs, Yun Fan com 20 BBs e Koutoupas com 14 BBs.
Logo nos primeiros movimentos, Yun Fan caiu ao shovar uma mão de KJ depois que Sylvia abriu em MP. Com KK, o norte-americano deu insta-call para o all in do taiwanês e assumiu a liderança.

A queda seguinte foi de tirar o fôlego da torcida que acompanha Decano. Do UTG, o short Sam Razavi shovou seus 16 BBs com 77. Do botão, Sylvia deu call com AJ. Em seguida, do Big, Decano shovou AK com seus 51 BBs por cima. Sylvia tankou, mas foldou a mão. A agonia brasileira se transformou em alegria só quando um K bateu no river e completou o bordo 892 Q K. Razavi foi para o chuveiro.

Leia também:  Resumo de novelas desta quarta-feira (26)

Já nos blinds 60 mil/120 mil ante 15 mil, Sotirios Koutoupas arrumou duas dobras – uma em cima de Sylvia e outra em cima de Decano, depois que o brasileiro deu call para um shove de quase 20 BBs do grego em uma mão de AQ contra A7.

Pouco depois foi o fim da linha para Sylvia, que shovou seus 16 BBs com Kd8s e tomou call de Degas com AcTh. Um A no turn definiu o heads-up, apesar do flop 8Q9 todo de ouros quase ter acabado com a brincadeira.
Confira abaixo as premiações da mesa final:
1 – Thiago Decano – US$ 546.843
2 – Sotirios Koutoupas – US$ 338.414
3 – Jesse Sylvia – US$ 211.731
4 – Samad Razavi – US$ 153.682
5 – Yun Fan – US$ 113.452
6 – Alexander Freund – US$ 85.049
7 – Alexander Keating – US$ 64.691
8 – Duncan McCallum – US$ 49.868
9 – Steve Brecher – US$ 38.960

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.