Cláudio de Santos e Ozéas Reis - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Cláudio de Santos e Ozéas Reis – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

O número populacional está crescendo em Rondonópolis e os moradores da região do residencial Padre Lothar demonstram preocupação em relação a falta de transporte coletivo na cidade. Os moradores afirmam que o transporte não está atendendo a população.

“Só o residencial Mathias Neves está recebendo 960 famílias que inclusive já começaram a mudar. A população só está aumentando. Nossa principal preocupação é em relação ao transporte coletivo que não atende à demanda” explica o presidente do residencial ‘Antônio Geraldino’, Ozéas Reis de Souza.

De acordo com o presidente do bairro ‘Padre Lothar’, Claudio dos Santos, outro ponto a ser analisado é em relação a falta de saúde, a entrega da creche que está atrasada, falta de água entre outras situações. “Precisamos unir forças e reivindicar nossos direitos” pontua Claudio.

Ainda conforme os presidentes, a preocupação se estende em outras regiões como nos bairros Vila Rica que possuem cerca de 400 famílias, Padre Lothar com 518 famílias, Antonio Geraldino com 160, e agora Mathias Neves com 960 famílias.

PREFEITURA

O secretário de Trânsito, Argemiro Ferreira, afirmou que nesta terça-feira (16) será realizada uma reunião com os representantes dos bairros, juntamente com o gerente da empresa de transporte, Cidade de Pedra, em busca de solucionar os problemas.

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.