O que parece ser uma determinação da Executiva Nacional do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), deve obrigar o partido em Mato Grosso a tentar voo solo nas três maiores prefeituras do estado.

O PSDB que está no poder em Rondonópolis desde a eleição do ex-prefeito Adilton Sachetti (PSB), passando, pela administração José Carlos do Pátio (SD) e agora na administração Percival Muniz (PPS), terá que colocar a cara a tapa e ver se realmente tem poderio eleitoral (votos) para se manter por tanto tempo no poder.

Na cidade de Rondon, dois nomes podem entrar na disputa interna para ser candidato a prefeito, o vereador licenciado e atual presidente da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder), Rodrigo da Zaeli e o vice-prefeito Rogério Salles, resta saber se o PSDB vai realmente ir para a disputa na cabeça de chapa depois de tantos anos a sombra do poder.

Leia também:  Valtenir ataca e bloqueia 'diretórios' em MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.