Foto: assessoria
Foto: assessoria

Com o objetivo de mobilizar os sistemas de garantia de direitos e a população de Cáceres para a implementação e monitoramento da Política Municipal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes e seu Plano Decenal, a Prefeitura Municipal, através da sua Secretaria de Ação Social e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente – CMDCA , promoveram na noite desta terça-feira (07), no auditório da FAPAN, a IX Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente’.

O evento contou com a participação da vice-prefeita Eliene Liberato Dias, do Secretário Municipal de Ação Social, Cláudio Henrique Donatoni, do representante do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e Adolescente, Edson Penha, e da Presidente do CMDCA, Tatiana Gomes Sá, que abriu oficialmente a IX Conferência. Tatiana em seu pronunciamento, apresentou dados sobre os avanços e desafios dos Direitos Humanos das Crianças e Adolescentes no estado e no município e pontuou sua trajetória de 10 anos militando na causa.

Leia também:  Após articulação do MPE, escola sonhada há mais de 10 anos vai se concretizar

O ativista dos direitos humanos e pedagogo, Edson Penha, ministrou a palestra magna, “Política e plano decenal dos direitos humanos de crianças e adolescentes”.

Para o secretário de Ação Social, Cláudio Henrique, é preciso ter um olhar diferenciado sobre os problemas relativos às crianças e adolescentes, com uma perspectiva histórica e o envolvimento de toda sociedade. “As violações de direitos são sustentadas, principalmente por uma cultura de banalizar que é livre e impunemente difundida sem que se faça uma reflexão mais profunda sobre os seus impactos negativos. A responsabilidade é de todos, podemos continuar neste jogo de culpas, transferindo responsabilidades. Além de refletir sobre os avanços e recuos, é necessário ter um cuidado enorme para que o foco do debate sobre a política pública para a criança e ao adolescente não se perca em interesses paralelos”, pontuou Donatoni.

Leia também:  Detran aponta que excesso de velocidade é a infração mais cometida em MT

A Vice-Prefeita Eliene, explica que a realização da Conferência, tem por finalidade propiciar uma reflexão em âmbito municipal visando reconhecer, valorizar e promover a ampliação da participação da sociedade civil no controle social e no apoio institucional, para a consolidação do princípio de prioridade absoluta, que é uma das primazias da Constituição Federal e também do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Durante os dois dias da Conferência, dezenas de pessoas ligadas às várias áreas da política da criança e do adolescente no município, se fizeram presentes para discutir princípios para a garantia de direitos de crianças e adolescentes, bem como a criação de mecanismos para o monitoramento da política.

Ao final do evento, foram eleitos seis delegados e delegadas que representarão a cidade de Cáceres na Conferência Estadual, que ainda não tem data nem local definido.

Leia também:  MP assina TAC com município para revitalizar ‘Praça dos Carreiros’
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.