Lucarelli não viu o aplauso de Bernardinho após cravar uma bola na quadra adversária. Estava querendo jogo e disposto a fechar logo a partida contra a Itália. Pelo terceiro confronto consecutivo (os dois anteriores contra a Austrália), deixou a quadra como o maior pontuador. Desta vez, com 12 acertos. Alheio aos números, preferiu comemorar a contribuição em momentos complicados do duelo. Nesta sexta-feira, o jovem ponteiro atenta para a necessidade de o Brasil corrigir os erros e fazer os ajustes necessários para fechar a fase de classificação com mais uma vitória. Só pensa em ver o time chegar afiado às finais. O último compromisso será novamente contra os italianos, às 14h (de Brasília) no ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá.

– Fico feliz em poder ajudar sempre, principalmente no final dos sets, que é quando mais precisa. E para frente isso vai ser mais útil ainda. Na fase final, cada ponto no finalzinho da parcial é importante. Espero continuar ajudando. No segundo set, começamos mal e conseguimos reverter com a capacidade dos nossos jogadores. O grupo precisava dar uma acordada e Bernardinho gritou, ele entra no jogo, né? Temos agora que melhorar bastante. Sabemos os erros que podem ser consertados e espero que a gente ganhe mais uma vez – disse.

Leia também:  Após derrota, Luve tem desafio contra o Oeste

Lucarelli aposta no retrospecto. Lembra que durante a competição o Brasil tem jogado melhor sempre na segunda partida da rodada. Aposta também que será necessário manter a atenção na marcação a Zaytsev. Na quinta-feira, ele só conseguiu anotar nove pontos.

– Que a gente evolua para chegar bem na fase final. A gente tem que jogar bem e imprimir um ritmo de jogo forte, tentar errar o mínimo possível. Aquele segundo set servirá de lição para a gente. Acho que Zaytsev sentiu um pouco a marcação. A gente foca bastante nele e é difícil jogar o jogo inteiro com essa pressão. Sabemos que temos que tentar minar os jogadores que são importantes na equipe adversária para sair com a vantagem.

Leia também:  FMF confirma participação na Copa do Brasil de Seleções Estaduais Sub-20 da CBF

Sobre os três cortes que serão feitos para fechar os 14 nomes que atuarão na etapa decisiva da Liga, no Rio de Janeiro, Lucarelli diz que o momento é tenso tanto para jogadores quanto para a comissão técnica, que ainda fará alguns testes para tirar dúvidas e fechar a lista.

– Eles ainda não sabem o que vão decidir. Espero que tomem a melhor decisão e as pessoas entendam. Não dá para agradar a todo mundo. Mas a gente fica triste, gostaria que fosse todo mundo jogar a fase final, mas infelizmente não dá.

Por ser o anfitrião, o Brasil já está classificado. O palco da disputa, de 15 a 19 de julho, será o Maracanãzinho, que também abrigará os torneios de vôlei masculino e feminino durante os Jogos Olímpicos de 2016.

Leia também:  Cuiabá Arsenal embarca em busca de vaga na final do brasileiro

OS JOGOS DO BRASIL
29/05 – Brasil 3 x 2 Sérvia – Belo Horizonte
31/05 – Brasil 3 x 1 Sérvia – Belo Horizonte
05/06 – Brasil 3 x 1 Austrália – São Bernardo do Campo
07/06 – Brasil 3 x 0 Austrália – São Bernardo do Campo
12/06 – Sérvia 3 x 2 Brasil – Novi Sad
14/06 – Sérvia 2 x 3 Brasil – Belgrado
19/06 – Itália 3 x 2 Brasil – Roma
21/06 – Itália 0 x 3 Brasil – Florença
27/06 – Austrália 1 x 3 Brasil – Sydney
28/06 – Austrália 0 x 3 Brasil – Sydney
02/07 – Brasil 3 x 0 Itália – Cuiabá
03/07 – Brasil x Itália – Cuiabá

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.