Os gastos de brasileiros em viagem ao exterior chegaram a US$ 1,649 bilhão, em junho, uma queda de 17,43%, em relação ao mesmo mês de 2014 (US$ 1,997 bilhão), de acordo com dados do Banco Central (BC), divulgados hoje (22).

No primeiro semestre, essas despesas somaram US$ 9,940 bilhões, contra US$ 12,443 bilhões em igual período do ano passado.

Segundo o chefe adjunto do Departamento Econômico do BC, Fernando Rocha, a redução dos gastos de brasileiros no exterior é resultado da alta do dólar, que encarece as viagens, e da queda na atividade econômica no Brasil. “A atividade econômica está fraca e a taxa de câmbio desvalorizada”, disse.

Leia também:  Combustíveis ficam mais caro e chegam a custar R$ 4,29 em Goiânia

As receitas de estrangeiros em viagem no Brasil chegaram a US$ 445 milhões, no mês passado, contra US$ 793 milhões, em junho de 2014. Nos seis meses do ano, as receitas ficaram em US$ 2,944 bilhões, ante US$ 3,584 bilhões no primeiro semestre de 2014.

Rocha lembra que em junho do ano passado houve a abertura da Copa do Mundo no Brasil, o que estimulou a vinda de turistas ao país. Em 2015, sem esse estímulo, as receitas foram menores.

Com esses resultados, o déficit na conta de viagens internacionais ficou em US$ 1,203 bilhão, em junho, e em US$ 6,996 bilhões, no primeiro semestre deste ano.

Leia também:  Confira as vagas de emprego desta segunda (14/08/17) em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.