O roteiro “A Luz do Erro”, longa-metragem do cineasta mato-grossense Severino Neto, foi selecionado para participar do 13° Curso de Desarrollo de Proyectos Cinematográficos Iberoamericanos 2015. O programa, conhecido como IBERMEDIA, recebeu mais de mil projetos da América Latina, Portugal e Espanha. Destes, 20 foram escolhidos, sendo apenas três do Brasil. Pela primeira vez Mato Grosso é indicado a um programa de audiovisual deste porte.

O tema central do roteiro é a violência sexual e suas consequências socioemocionais. A personagem Madalena, assumidamente homossexual, há 20 anos atrás, numa sociedade ainda mais tradicional do que hoje, é estuprada e engravida. Ela não interrompe a gravidez, mas entrega a criança para adoção após o parto, e é depois disso que a trama toda se desenvolve.

Leia também:  Policial baleado em resgate de empresária sequestrada passa por cirurgia

Segundo Severino Neto, a abordagem principal será em cima dos chamados “estupros corretivos”, que baseiam-se na ideia de que a homossexualidade feminina pode ser curada. Para se ter uma ideia, de todos os estupros relatados desde 2011 no Disque Direitos Humanos (Disque 100), 6% das vítimas eram lésbicas. Já em relação às agressões registradas contra o público LGBT, 37,6% foram contra lésbicas.

“Mais do que saciar necessidades sexuais, sentir poder ou domínio, os números demonstram que a violência sexual é manifestação de intolerância, dirigida não só à vítima, mas a todas as mulheres que partilham da mesma opção sexual. É crime de ódio, não étnico ou religioso, mas de gênero”, explica o cineasta.

Leia também:  Cai 28% o número de roubo de aparelhos celulares em Mato Grosso

Para Neto, a imersão de 40 dias em Madrid vai dar o tratamento necessário a seu projeto. “Decidi inscrever meu roteiro para realmente ter a ajuda necessária de especialistas internacionais na finalização. Estou muito feliz pela oportunidade de aprendizado e isso representa um salto de qualidade para o audiovisual de Mato Grosso”, comentou.

Na opinião do roteirista, o projeto “A Luz do Erro” pode ter sido selecionado por ser um assunto fora do convencional e originar de uma região fora do eixo Rio-São Paulo. “É uma história muito interessante, que chama a atenção pelo modo e a forma como é contada. Isso tudo atraiu a atenção dos avaliadores, inclusive, do Ministério de Cultura da Espanha que entrou em contato diretamente comigo”, concluiu Severino Neto.

Leia também:  Mais de 300 cirurgias são realizadas no segundo dia de Caravana

SOBRE O ROTEIRISTA

Severino Neto é natural de Ituiutaba (MG) e mudou-se para Mato Grosso ainda criança. É formado em Comunicação Social – Habilitação Publicidade e Propaganda, com ênfase em Marketing, e pós-graduado em Cinema pelo MISC/Universidade de Cuiabá. Sua experiência profissional teve início na área de redação publicitária. Foi professor universitário e atua como diretor de cena em diversos projetos. Atualmente é diretor de criação da FCS Comunicação Integrada. Com seu primeiro curta-metragem, 3,60, foi premiado em 2013 no Cine Mube, festival de cinema Independente de São Paulo e foi vencedor do Festival de Cinema de Cuiabá em 2014, pelo voto popular.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.