Fachada da delegacia da Vila Operaria
Fachada da delegacia da Vila Operaria. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

Investigadores e escrivães da 2ª Delegacia de Polícia (2ª DP), distrital de Vila Operária, sob o comando da delegada Ludimila Vendramel, apresentaram hoje (10), dados referentes a produtividade da equipe. Entre os números apresentados está a baixa redução de assassinatos e em contraponto, o aumento de casos resolvidos.

Nestes 60 dias que antecederam (Maio e Junho), a 2ª DP, apresentou sete inquéritos de homicídio.

Ainda neste período dos dois meses, outros crimes como adulteração de sinal identificador de veículo, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e associação ao tráfico e crime ambiental e receptação, somam-se juntos 21 processos concluídos, além de dois mandados de prisão cumpridos.

Em uma apresentação de maior tempo, de janeiro a junho do ano passado, foram registrados na região que compete a 2ª DP, 19 homicídios e durante o mesmo período, apenas 5 crimes tiveram resolução. Já neste 1º semestre de 2015, foram 17 mortos (queda pouco mais de 10%) e 16 inquéritos elucidados.

Leia também:  Motociclista morre após colidir em carreta no Anel Viário

Os investigadores explicam que os casos resolvidos podem ser crimes cometido em anos anteriores.

Neste mesmo sentido, os policiais também apresentaram dados referentes a tentativas de homicídio. Nos primeiros seis meses de 2014, foram registrados 14 casos de tentativas de homicídios, sendo 20 resolvidos naquele período. Em 2015, no mesmo período, houve apenas 8 registros de tentativa de homicídio e 13 inquéritos finalizados.

Atualmente a delegacia de Vila Operária conta com apenas sete investigadores, três escrivães e uma delegada.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.