O ex-governador e atual senador Blairo Maggi (PR) pode ter que enfrentar a Justiça novamente no caso do Escândalo dos Maquinários. Acontece que o desembargador Luiz Carlos da Costa, 4ª Câmara Cível do Tribunal de Jusitça (TJMT), se manifestou pela anulação da sentença que inocentou Maggi, proferida pela juíza Célia Regina Vidottii.

Agora com essa decisão, Maggi, corre o risco de voltar a responder por improbidade administrativa. A ação se refere à compra de 408 caminhões e 297 máquinas pra recuperação e manutenção de estradas, como parte do programa “Mato Grosso 100% Equipado”. Para a aquisição, que custou R$ 241 milhões, o estado fez empréstimo com o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento). Porém, a compra teria sido superfaturada em R$ 44,4 milhões, conforme apontou a própria Auditoria Geral do Estado (AGE).

Leia também:  Ex-apresentadora do Jornal Nacional quer disputar a presidência
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.