Droga e objetos que estavam com os suspeitos - Foto: assessoria /PJC
Droga e objetos que estavam com os suspeitos – Foto: assessoria /PJC

Dois brasileiros e um boliviano foram presos com sete quilos de pasta base de cocaína, nesta terça-feira (07), pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Judiciária Civil.

O flagrante ocorreu em Várzea Grande, depois que o boliviano Henry Fernández Montanõ, 35 anos, trouxe o entorpecente de Cáceres (579 km a Oeste) e entregou para Welton Ferreira de Barros, 26 anos, que se associou com empresário Arilson Oliveira Ambrosio, 41 anos, para o tráfico de drogas.

O delegado Juliano Carvalho informou que uma denúncia chegou à Delegacia sobre uma possível entrega de drogas para os traficantes de Várzea Grande. “O boliviano veio de ônibus com a droga em uma mochila, mas afirma que seriam apenas duas porções”, disse.

Leia também:  Durante fiscalização em rodovia, PRF detém homem com mandado de prisão em aberto

Ao apurar as informações, os policiais descobriram que os traficantes alugavam um galpão no bairro Parque do Lago, usado para esconder o entorpecente. No local, foram apreendidos uma mochila azul com dois tabletes, mais 5 porções, uma bolsa feminina marrom com três tabletes, uma balança de precisão, outras duas porções grandes cortadas e prontas para venda.

O barracão pertence ao empresário, Arilson Oliveira, dono de uma loja material de construção, em Várzea Grande. Ele foi abordado na Avenida Felinto Muller, após a prisão de seu comparsa Welton Ferreira de Barros, que foi preso em uma casa no bairro Unipark, onde os policiais encontraram 1 tablete, 1 pedra média de pasta e outra balança de precisão. Com os presos também foram apreendidos R$ 692 e 2 dólares.

Leia também:  Policial militar tem carro furtado em Rondonópolis

Todos serão presos por tráfico de drogas e serão encaminhados a uma unidade prisional da Capital, assim que o procedimento for finalizado na DRE.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.