Foto: assessoria
Foto: assessoria

Os alunos do Projeto Interdisciplinar de Arte (Prinart) da Escola Estadual João Matheus Barbosa realizaram nesta segunda-feira (06) uma mostra de artesanatos confeccionados durante as Oficinas de Mosaico. Com objetivo de proporcionar o desenvolvimento da sensibilidade, da criatividade, amplia os horizontes cognitivos e a compreensão e expressão do individuo.

De acordo com a coordenadora do Prinart, Márcia Boldrin, a maior parte da matéria-prima utilizada pelos participantes para confeccionar suas peças é de reaproveitamento. “O que seria descartado no lixo e no meio ambiente, utilizamos para transformar em vários tipos de objetos como quadros, bandejas, telhas decoradas, bolas de enfeites, dentre outros objetos”, conta Márcia.

No ano passado, os alunos trabalharam com garrafas decoradas utilizando técnica de texturização com a aplicação de cola quente e em seguida o acabamento final com tinta spray. Segundo a coordenação, desde que começaram com Prinart já foram concebidas mais de 500 peças pelos alunos durantes as oficinas.

Leia também:  Fiscalização nas rodovias federais durante o feriadão será reforçada

Além das oficinas de artesanatos, os cerca de 400 alunos, do terceiro ciclo e ensino médio da Escola João Matheus Barbosa, participam de outras atividades oferecidas pelo Prinart como: as Aulas de Desenvolvimento Social, oficinas de teatro, dança, música, desenho e pintura.

Recentemente, os alunos das aulas de teatro se apresentaram em Campo Verde na etapa regional do Festival de Teatro do Trânsito (Fetran) desenvolvido pela Polícia Rodoviária Federal. A peça, escrita e produzida na comunidade escolar contou com encenação de 10 atores.

PRINART
O projeto propõe um trabalho de cunho pedagógico, interdisciplinar, de forma que contempla os diferentes aspectos da arte como conhecimentos, em conformidade com as necessidades apontadas pela unidade escolar, em seu Projeto Político Pedagógico (PPP).

Leia também:  Mais de 40 acidentes são registrados durante feriado prolongado nas rodovias de MT

Atualmente, mais de 170 escolas da rede estadual ofertam o projeto, por meio de atividades como canto coral; instrumentos de corda, de teclado e de sopro; fanfarra/percussão; instrumentos artesanais com materiais reciclados; teatro; banda escolar; música/musicalidade/grupo musical; corpo coreográfico/pavilhão de bandeiras; baliza/balizador; dança e pintura – desenho, artesanato e esculturas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.