Jozelma do Nascimento Pesqueira Gimenes, morta com um tiro no peito dentro da própria casa - Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal
Jozelma do Nascimento Pesqueira Gimenes, morta com um tiro no peito dentro da própria casa – Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

O crime já aconteceu há oito anos, porém somente neste ano a tão sonhada justiça, esperada pela filha e familiares da empresária Jozelma do Nascimento Pesqueira Gimenes, vem acontecendo. Em abril deste ano, Marcos Antonio Lopes, o executor do crime, foi julgado e condenado a 13 anos de prisão.

Amanhã (07), a partir das 8h30 no Tribunal do Júri de Rondonópolis, é a vez do ex-genro da vítima, Fernando Henrique de Souza, acusado de ser o mandante do crime a ser julgado. Segundo a filha de Jozelma, Rafaela Gimenes, o julgamento dele já foi adiado por três vezes.

O CRIME

A empresária foi assassinada dentro de casa com um tiro no peito pelo acusado Marcos Antônio Lopes, a mando do ex-genro da vítima, Fernando Henrique de Souza. Na época, eles aproveitaram que a vítima e o marido haviam saído para uma festa e simularam um assalto.

Leia também:  Motorista se joga debaixo de carreta estacionada para não ser atropelado na Dom Wunibaldo

De acordo com Marcos Antônio, que foi preso meses após o crime, ele havia sido contratado pelo ex-genro da vítima, Fernando Henrique, para roubar as joias da casa e aguardar a empresária para matá-la. Na ocasião, Fernando ainda explicou que a vida do ex-sogro deveria ser poupada, pois ele era a garantia do recebimento do dinheiro do seguro.

Na época do crime, a filha da vítima relatou que o objetivo de Fernando, ex-namorado dela, era para que ela voltasse a morar em Rondonópolis e reatasse o namoro com ele. O relacionamento havia acabado há algum tempo e a jovem teria mudado para Manaus (AM). Fernando não aceitava o fim do namoro e pedia para que ela retornasse a cidade.

Leia também:  Policial reage a tentativa de assalto, mata ladrão e acaba ferido em MT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.