O YouTube que se cuide, porque o Facebook vai passar a remunerar os produtores de conteúdo que postarem produções em seu site. Esta é a primeira vez que a rede social faz qualquer projeto de compartilhamento de receita gerada por vídeos.

De acordo com o site Re/code, assim como a plataforma de vídeos do Google, 55% dos valores arrecadados com publicidade graças ao vídeo ficarão com quem o criou, deixando os 45% restantes para o Facebook.

No entanto, não vai ser tão fácil conseguir o dinheiro. A empresa de Mark Zuckerberg irá criar um novo recurso chamado de “Vídeos Sugeridos” e a publicação deve ser indicada por essa ferramenta. Ou seja, não basta estar no feed de notícias. Quando o usuário clicar em um vídeo, ele será levado para outra página com outros filmes semelhantes ao que está sendo exibido.

Leia também:  Avião militar desaparece com 120 pessoas a bordo na Ásia

De acordo com o vice-presidente de parcerias do Facebook, Dan Rose, diversos parceiros da companhia estão empolgados com a novidade. Apesar disso, ainda não está muito claro como o Facebook vai cobrar dos anunciantes, por isso pelos próximos meses, não cobrará nada para fazer propaganda de parceiros que usarem a nova plataforma.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.