Familhas que ocupam área no Vila Rica-Foto:Messias Filho/AGORA MT
Familhas que ocupam área no Vila Rica-Foto:Messias Filho/AGORA MT

Os moradores da região do bairro Vila Rica em Rondonópolis – MT que invadiram uma área verde, de preservação ambiental, entraram em contato com a equipe de reportagem do site AGORA MT para demonstrar a preocupação que sentem no momento, após receberem três notificações de despejo, proposta pelo Ministério Público do Estado (MPE).

De acordo com uma das moradoras do local, na área vivem atualmente 42 famílias que não tem para onde ir. “Tem muitas crianças aqui. Muitos dos moradores são de outros estados e realmente não temos para onde ir”,  desabafa a moradora que não quis se identificar.

Barracos de ocupação no Bairro Vila Rica-Foto:Messias Filho/AGORA MT
Barracos de ocupação no Bairro Vila Rica-Foto:Messias Filho/AGORA MT

A última esperança das pessoas que habitam no local, conforme relatou a denunciante, é que a Prefeitura Municipal disponibilize uma casa para os invasores. “Gostaria que eles nos colocassem em algum lugar, pois a cidade nem possui pontes suficientes para abrigar todos. Não dá nem para morar debaixo da ponte”, pontua a denunciante.

Leia também:  Exposição no Casario traz 17 obras de alunos da Escola Daniel Martins Moura
Barracos na região do Vila Rica familhas aguardando desocupação-Foto:Messias Filho/AGORA MT
Barracos na região do Vila Rica familhas aguardando desocupação-Foto:Messias Filho/AGORA MT

RESPOSTA PREFEITURA

A ação de reintegração de posse das famílias que invadiram uma área verde – de preservação ambiental – na quadra 44 do bairro Vila Rica foi proposta pelo Ministério Público do Estado (MPE) e não pela Prefeitura. No local já houve outra invasão e as famílias foram retiradas, desta vez, ocorreu uma nova invasão e já existe liminar para a desocupação, aguardando apenas a ação de reintegração de posse.

A Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo ressalta que conforme legislação federal, famílias que invadem áreas perdem o direito a receber benefícios como a casa própria de programas do Governo Federal.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.