Jozelma do Nascimento Pesqueira Gimenes, morta com um tiro no peito dentro da própria casa - Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal
Jozelma do Nascimento Pesqueira Gimenes, morta com um tiro no peito dentro da própria casa – Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

Pela 4ª vez em oito anos foi adiado o julgamento do mandante do crime contra a empresária Jozelma do Nascimento Pesqueira Gimenes. O executor, Marcos Antônio Lopes, já foi condenado em abril deste ano, porém o ex-genro, Fernando Henrique de Souza, acusado de ser o mandante, ainda não.

A filha da vítima, Rafaela Gimenes, afirma que há anos vem querendo apenas justiça para um crime que desestruturou toda a família. “ Vivemos com medo e preocupados com essas manobras da Justiça”, afirmou ela. Ainda segundo Rafaela, Fernando ficou preso por pouco mais de um ano e desde então o medo só aumentou, porém não há o que se fazer já que ele conseguiu um Habeas Corpus no Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília.

Leia também:  Mula se assusta e derruba jovem armado em cima de viatura durante cavalgada

A assessoria do Tribunal de Justiça de Rondonópolis afirmou que realmente o julgamento estava marcado para hoje (07), mas que foi retirado de pauta por conta de outro julgamento em que o réu está preso e por isso é tratado como prioridade. A assessoria afirmou ainda que uma nova data deve ser marcada ainda este ano.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.