Quem acompanha a Fórmula 1 desde o ano passado sabe que a principal categoria do automobilismo internacional está subdividida entre a “Fórmula Mercedes” e uma outra categoria que engloba as demais escuderias do grid. Nesta competição à parte, Ferrari e Williams medem forças nos circuitos para ver quem é a melhor equipe do “mundo real”.

E no último fim de semana, em Silverstone, na Inglaterra, os carros do time inglês se saíram melhor, ainda que Sebastian Vettel, piloto da equipe italiana, tenha terminado a corrida em 3º, logo atrás de Lewis Hamilton e Nico Rosberg. Felipe Massa, que liderou o início da prova, e seu parceiro de equipe, Valtteri Bottas, cruzaram a linha de chegada na 4ª e 5ª colocações, respectivamente.

Leia também:  Internacional pode ser excluído da Série B após denúncias de documentos falsificados

O finlandês Kimi Raikkonen, que concluiu a prova inglesa na 8ª posição, após ter largado em 5º, não acredita que a Williams terá um ritmo superior ao da Ferrari nas próximas etapas. Para o “Homem de Gelo”, as condições do traçado de Silverstone possibilitaram um melhor rendimento na corrida aos carros do time de Sir Frank Williams.

– Isso depende muito do circuito e das condições no fim de semana, mas espero que a história seja diferente na próxima corrida, na Hungria. Em Silverstone, as condições da pista e os pneus não foram ideais para nós, msa temos que melhorar. Devemos ser melhores em qualquer circuito, com qualquer tipo de pneu – analisou o finlandês, campeão mundial de 2007.

Leia também:  Acontece nesse final de semana 1º Torneio de Férias de Vôlei no Ginásio Municipal de Jaciara

Muito contestado sobre seu atual desempenho na escuderia italiana, Raikkonen ainda não renovou seu contrato para a próxima temporada, o que alimenta os rumores de que seu compatriota Valtteri Bottas poderá substitui-lo em 2016. O companheiro de Felipe Massa na Williams está à frente do “Homem de Gelo” na classificação, embora o competidor do time inglês tenha disputado um GP a menos que o campeão mundial.

Para Kimi, no entanto, a Ferrari tem tudo para melhorar seu ritmo e impedir que o experiente brsaileiro e Bottas subam ao pódio pela terceira vez no ano – Massa foi o 3º colocado na Áustria e Bottas o 3º no Canadá.

– Tenho certeza de que seremos melhores e teremos melhores chances. O motor Mercedes (também utilizado pela Williams) estava um pouco mais rápido que o nosso, mas estou certo de que daqui pra frente será mais fácil para nós. Vamos ver, mas certamente estamos esperando que a próxima corrida traga um fim de semana mais fácil – comentou.

Leia também:  União e Luve decidem o Estadual Sub-19

Até agora, a Ferrari leva a melhor no Mundial de Construtores, somando 211 pontos, na vice-liderança enquanto a Williams vem logo atrás, na 3ª posição, com 151 pontos ganhos. A próxima corrida da Fórmula 1 será no circuito de Hungaroring, na Hungria, daqui a três semanas. Válida pela décima etapa do calendário da categoria, a prova encerra a primeira metade do campeonato, que tem a liderança de Lewis Hamilton.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.