Logo após ouvir uma explanação do vereador Doutor Manoel (PMDB) sobre o SUS, durante a tribuna livre de quarta-feira (01) da Sessão Ordinária, o vereador Mauro Campos (PT) pediu a palavra reafirmar a importância do Sistema Único de Saúde para Rondonópolis e todo o país.

O parlamentar fez questão de frisar modelo implantado no Brasil é um dos mais abrangentes e prestativos do mundo.

“O sistema é um dos maiores modelos de saúde pública do mundo. Ele abrange desde o simples atendimento ambulatorial até o transplante de órgãos, garantindo acesso integral, universal e gratuito para toda a população do país. Amparado por um conceito ampliado de saúde, o SUS foi criado, em 1988 pela Constituição Federal Brasileira, para ser o sistema de saúde de todos os brasileiros, sem fazer distinção de classes”, concluiu o parlamentar.

Leia também:  Vereador quer recuperação de asfalto nos bairros

Segundo o Ministério da Saúde, o SUS tem mais de 6,5 mil hospitais credenciados, 45 mil unidades de atenção primária e 30,3 mil Equipes de Saúde da Família (ESF). O sistema realiza 2,8 bilhões de procedimentos ambulatoriais anuais, 19 mil transplantes, 236 mil cirurgias cardíacas, 9,7 milhões de procedimentos de quimioterapia e radioterapia e 11 milhões de internações.

Entre as ações mais reconhecidas do SUS estão a criação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Políticas Nacionais de Atenção Integral à Saúde da Mulher, de Humanização do SUS e de Saúde do Trabalhador, a realização de transplantes pela rede pública, além de participar de programas de vacinação em massa de crianças e idosos em todo o País.

Leia também:  Ala do DEM projeta Sachetti ao senado
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.