A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Renúncia e da Sonegação Fiscal retoma as oitivas nesta semana, com o depoimento do ex-secretário da pasta de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme) Pedro Nadaf, que fez parte do governo Blairo Maggi (PR), em 2008. A participação de Nadaf será na quinta-feira (16), às 14h, na reunião ordinária da CPI que acontece na Assembleia Legislativa.

Pedro Nadaf também fez parte da gestão do governador Silval Barbosa (PMDB), como secretário-chefe da Casa Civil, contudo, irá depor na CPI sobre o período que esteve presente na Sicme, onde foram liberados incentivos fiscais sem passar pelos critérios estipulados.

Essa oitiva faz parte da pasta da sub-relatoria dos incentivos fiscais, e é continuação dos nomes apontados pelo secretrário-controlador geral do Estado, Ciro Rodolpho Gonçalves, que no seu depoimento à CPI afirmou que após ter realizado a primeira auditagem na Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado (Sedec), concluiu que Nadaf era um dos principais responsáveis pela liberação dos incentivos.

Leia também:  Sebastião Rezende entrega minuta de decreto para ajudar comunidades terapêuticas
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.