A Operação Ventríloquo continua fazendo vítimas no estado e pelo menos dois deputados já andam em visível estado de abatimento nos corredores da Assembleia Legislativa. O nome de Romualdo Júnior (PMDB) e Mauro Savi (PR), foram citados na operação e estariam preocupadíssimos com os desdobramentos que estariam sendo feitos na investigação do Gaeco.

Outro deputado que o nome aparece nas investigações é o de Gilmar Fabris (PSD), que em nota na manhã de ontem (09) negou qualquer envolvimento. A Operação Ventríloquo, continua de forma coercitiva ouvindo testemunhas e durante uma das operações para interrogatório de testemunhas chegou até uma mulher de família tradicional de Rondonópolis.

Apesar dos esforços da Coluna Bastidores, em descobrir o nome da mulher, a fonte da coluna que trabalha na operação não quis revelar, alegando que poderia comprometer as investigações em curso.

Leia também:  Vereador diz que há "eminência parda" atuando nos bastidores

Ainda segundo a fonte, a mulher já teria sido ouvida por investigadores, que exigiam explicações sobre sua movimentação financeira.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.