O plano de prioridades de ações para reabertura do parque estadual da Serra Azul, em Barra do Garças será apresentado na próxima quarta-feira, dia 29, e não mais no dia 30, como estava previsto. O deputado estadual Max Russi (PSB) esclareceu que a mudança foi necessária para que a promotora Helen Ulian Kuriki possa participar do evento. O plano será apresentado pelo coordenador de Unidade de Conservação da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Alexandre Batistella, após articulação de Max Russi junto à titular da pasta, Ana Luiza Peterlini.

Para Max Russi, o interesse da titular da pasta vai ao encontro da população de Barra do Garças e região que clama pela reabertura do parque, um dos principais pontos turísticos do Estado. “Estive no Município e todos, sem exceção, prefeito, vereadores, secretários e moradores me fizeram a mesma cobrança, que é a reabertura do Serra Azul”, pontuou Max, garantindo que a reabertura do parque tornou-se uma prioridade para a Comissão de Indústria, Comércio e Turismo da Assembleia Legislativa, a qual é presidida pelo parlamentar.

Leia também:  Senadores do PMDB se reúnem para decidir se Renan continua liderando partido

Batilstella adiantou a Max que a reabertura será feita gradativamente. “Vamos implantar ações gradativas e pontuais. Vamos analisar a possibilidade de já liberar a rampa de vôo livre e, posteriormente, após atendidas algumas recomendações do Ministério Público, liberar a estrada que dá acesso ao Mirante do Cristo e também a escadaria da fé. O acesso as cachoeiras será a ultima etapa, por haver a necessidade de um maior investimento em infra-estrutura e mesmo de pessoal, para garantir a preservação do parque”.

O parque foi fechado por decisão administrativa da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), que seguiu uma recomendação do Ministério Público Estadual (MPE). A recomendação se reportava às queimadas de 2014 e está sendo mantida para cobrar a implantação de um plano de manejo. Peterlini fez questão de ressaltar, no entanto, que o MPE tem sido o principal parceiro do Estado, contribuindo diretamente para as melhorias do ponto turístico, inclusive com recursos financeiros próprios da instituição.

Leia também:  Sergio Moro determina bloqueio de mais de R$600 mil em conta de Lula
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.