A Coordenadoria Municipal de Defesa do Consumidor – Procon apreendeu, na manhã desta sexta-feira (17), mais de 300 produtos cosméticos vencidos como esmaltes, acetonas, adstringentes, óleos secantes, frascos de creme hidratante para cabelos com química, redutor de volumes e outras mercadorias comumente encontradas em salões de beleza e farmácias.

A autuação do estabelecimento ocorreu por meio de uma denúncia de uma consumidora que, ao fazer compras em uma loja da área central da cidade, constatou que os produtos em exposição estavam vencidos. Havia inclusive um adstringente, usado por manicures para estancar pequenos sangramentos durante o procedimento estético, com a validade vencida desde outubro do ano passado.

Leia também:  Ecopontos viram lixões e moradores reclamam do descaso no Sagrada Família

Juca Lemos, coordenador do Procon em Rondonópolis, alerta que os produtos vencidos podem causar reações alérgicas graves ou ineficácia quando ultrapassam o período indicado para consumo pela Anvisa.
“Que a atitude sirva de alerta para várias empresas que possam, mesmo sem saber, expor e vender produtos vencidos. Nós vamos receber denúncias e autuar sempre. Os consumidores são os braços do Procon na cidade”, adverte Juca.

A recomendação do órgão de proteção ao consumir é que a população fique de olho nessas irregularidades. Porque, mesmo que os produtos não sejam ingeridos, a simples aplicação dos mesmos pode causar complicações para o indivíduo e configura crime para o vendedor ou prestador de serviço que fizer o uso dessas substâncias em clientes.

Leia também:  Não suportando o calor, homem pula da ponte nova e fica ferido em Rondonópolis

Para alertar o Procon, ligue para o telefone 3411-5297 ou celular 9956-3440.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.