Está tramitando, na Câmara Municipal, projeto de lei que institui na cidade o programa de “Horta Comunitária e Familiar”. A proposta é do vereador Thiago Silva (PMDB). O parlamentar argumenta que o projeto tem o objetivo de aproveitar as pessoas que estão desempregadas, oportunizar o empreendedorismo familiar, proporcionar terapia ocupacional para homens e mulheres da terceira idade, aproveitar áreas devolutas e manter terrenos baldios limpos com a sua utilização.

“Estamos propondo a presente lei por acreditar na formulação de projetos que visam implementar hortas comunitárias. Com a proposta, estaremos contribuindo para a melhoria da qualidade da alimentação dos moradores, além de estarmos eliminando os terrenos baldios em áreas urbanas, que muitas vezes são utilizados como depósitos de entulhos e acabam se transformando em focos de doenças como a dengue”, defende o autor do projeto.

Leia também:  Deputados aprovam parcelamento obrigatório do seguro DPVAT

Para Thiago Silva, a produção de hortaliças será para venda e o consumo das famílias. “Estaremos incentivando o empreendedorismo dentro do seio familiar e das comunidades, melhorando o poder aquisitivo daqueles de baixa renda, sobretudo, proporcionando uma alternativa para quem está desempregado, além de incentivar o plantio de hortaliças, seja no modo familiar ou comunitário, que nada mais é do que uma horta doméstica ou coletiva onde toda a comunidade manterá o cultivo e a gestão dos lucros”, explica o vereador.

De acordo com Thiago Silva, em outras cidades, essa prática tem alcançado resultados positivos no combate à fome e na ocupação das pessoas. “As hortas comunitárias poderão ser instaladas em lotes vagos e sua produção abastecerá famílias que moram perto destes terrenos. Será uma oportunidade para a Secretaria de Agricultura ficar mais próxima das comunidades”, externou o peemedebista.

Leia também:  Vereador Thiago Silva lança aplicativo para atender população
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.