Uma unidade de abate de bovinos fechou as portas em Cuiabá (215 Km de Rondonópolis) ontem (02). Quase 500 funcionários ficaram desempregados. Em nota a empresa informou que mantinha 494 colaboradores e alega que a baixa disponibilidade de matéria-prima em algumas regiões do país tem causado ociosidade na indústria. A multinacional brasileira é detentora das marcas Friboi e Seara.

De acordo com o presidente do Sindicato das Indústria de Frigoríficos do Estado de Mato Grosso (Sindifrigo), Luiz Antônio Freitas, essa unidade se torna o 5° frigorífico com Serviço de Inspeção Federal (SIF), habilitado a vender carne bovina para outros estados ou para exportação, que fecha as portas este ano em Mato Grosso.

Leia também:  Economia cresce 0,7% este ano diz Banco Central

Ainda conforme o presidente, a decisão das empresas não é devido à crise econômica, mas a menor oferta de animais para abate.

Segundo consta na nota, a empresa irá oferecer aos trabalhadores a possibilidade de transferência para uma das outras 12 unidades em Mato Grosso ou de outros Estados. Para aqueles que não aceitarem a transferência, a agência promoverá o desligamento e consequente indenização trabalhista, dentro da legislação vigente.

As informações são de que esta é a 2ª unidade de abate da empresa que suspende as atividades neste ano em Mato Grosso. Em maio, o frigorífico de São José dos Quatro Marcos (544 Km de Rondonópolis) dispensou 650 funcionários.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.