Três astronautas da Estação Espacial Internacional (EEI) refugiaram-se na nave Soyuz na quinta-feira (16), durante quase uma hora, por receio de colidir com destroços de um antigo satélite russo à deriva no espaço, informou a NASA.

Os restos do antigo satélite meteorológico aproximavam-se da estação espacial à velocidade de mais de 12,8 quilômetros por segundo. Os astronautas foram orientados a procurarem refúgio na Soyuz, acoplada à estação, e se prepararem para abandonar a estação em caso de colisão. Após uma hora, puderam retornar à estação.

“Os restos do satélite russo passaram pela Estação Espacial Internacional de forma segura. Foi ordenado à tripulação o regresso à EEI”, disse a Nasa em sua conta da rede social Twitter.

Leia também:  Modelo russa morre na China após longa jornada de trabalho

Os três astronautas a bordo da EEI são o norte-americano Scott Kelly e os russos Mikhail Kornienko e Gennady Padalka.
Esta foi a quarta vez em 15 anos que a EEI acionou o procedimento de precaução.

A NASA estima que há cerca de 500 mil pedaços de detritos espaciais que podem representar ameaça para naves como a EEI.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.