cratera buraco siberia

Cientistas russos afirmaram que misteriosas crateras de até 60 metros no norte da Sibéria foram formadas por erupções de gás em um processo anteriormente “nunca observado”. As informações foram publicadas pelo Daily Mail.

Uma expedição passou por várias crateras e concluiu que os buracos eram anteriormente pingos de gelo – montes de terra cobertos com gelo -, algo comum em regiões árticas. O aquecimento ao longo dos anos desencadeou uma fusão que produziu gás natural, principalmente metano, causando erupções e criando as crateras.

Os buracos foram notados ano passado, quando muitas pessoas especularam o que teria provocado a formação – meteoritos, mísseis e até atividades alienígenas foram colocadas como possíveis causas.

Leia também:  Sobe para 34 o número de mortos pelo desabamento em prédio na Índia

Os cientistas também apontaram que o derretimento da neve deixou as crateras praticamente cheias de água.

cratera buraco siberia 2

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.