O Comitê Nacional de Educação Financeira (Conef) encerra neste domingo (12) as inscrições para o edital do Selo Enef. O objetivo é reconhecer iniciativas que promovam a educação financeira no país e contribuam para o alcance dos objetivos da Estratégia Nacional de Educação Financeira (Enef). A informação é da assessoria de imprensa da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), integrante do Conef.

O Selo Enef será válido por quatro anos e poderá ser concedido às entidades públicas e privadas que desenvolvam ações de educação financeira alinhadas aos objetivos e diretrizes da Enef. As inscrições podem ser feitas na página Vida&Dinheiro, na internet.

A Estratégia Nacional de Educação Financeira (Enef) foi instituída pelo Decreto nº 7.397/10. Ela tem como meta promover a educação financeira e previdenciária, de modo a contribuir para o fortalecimento da cidadania, eficiência e solidez do sistema financeiro, ajudando também os consumidores a tomar decisões adequadas na hora de efetuar investimentos. A CVM destacou que a Enef foi instituída como política de Estado de caráter permanente. Ela envolve iniciativas gratuitas, com predomínio do interesse público.

Leia também:  Em ato de protestos, agentes penitenciários do PR impedem visitas a presos da Lava Jato

Além da CVM, são membros do Conef os ministérios da Fazenda, Educação, Previdência Social e Justiça, o Banco Central e instituições do sistema bancário e financeiro. O Comitê mantém convênio com a Associação de Educação Financeira do Brasil (AEF–Brasil) para estruturação e administração de iniciativas de educação financeira.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.