Delgado diz que dará a volta por cima - Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
Delgado diz que dará a volta por cima – Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

Após ser preso acusado de pedofilia, o servidor público exonerado, José Delgado, foi transferido por volta das 16h30 de hoje (01), para a Cadeia Pública de Pedra Preta. Antes de ir, Delgado falou com exclusividade com a reportagem do Site AGORA MT. Durante a conversa ele diz que foi vítima de armação, mas admite ser a voz dele na gravação feita pela mãe da menina.

OUÇA AQUI A GRAVAÇÃO E FOTOS DO MOMENTO DE DA PRISÃO

José Delgado estava preso nas dependências da 1ª Delegacia de Polícia desde a última sexta-feira (26), dia que foi flagrado na casa da menor de 10 anos. No dia 28 ele foi enviado para o Anexo da Penitenciária Major Eldo de Sá Correia, a “Mata Grande”, mas teve que retornar, após uma ordem judicial da juíza Milene Aparecida Pereira Beltramini, que determinava o retorno para manter a integridade física do suspeito.

Leia também:  Em jantar dançante, Marinho & Seus Beat Boys comemoram 50 anos de história

ENTREVISTA

José Delgado admiti ser ele em gravação - Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
José Delgado admiti ser ele em gravação – Foto: Varlei Cordova/AGORAMT

Vestindo uma camiseta que representa uma Ong de proteção animal, bermuda e ‘chinelos de dedo’, além da aparência pouco abatida, de início José Delgado não quis ser entrevistado, mas a decepção por ter sido abandonado por ‘todos’ falou, mais alto, e emocionado o suspeito de pedofilia se diz vítima de armação.
A maior mágoa de Delgado é ter sido expulso do Partido dos Democratas (Dem).

“Todos viraram as costas para mim, amigos não existem, políticos então sumiram todos. Eu com 30 anos de filiação no Dem fui expulso sem nem ser ouvido. Agora preciso cuidar de mim e da minha família, não sou bandido”, desabafou o suspeito.

José repetiu toda a versão de ter sido vítima de armação, perante a uma dívida por ter agilizado uma documentação para o pai da criança, mas ao ser pressionado diante da divulgação da gravação, onde ele aparece chamando a menina para ‘namorar’, Delgado admite a ligação e completa. “Agora eu vou dizer uma coisa, eu estou fudido, foi um minuto de bobeira”, sussurrou ele.

Leia também:  Efetividade de execução fiscal é acordado entre Rondonópolis e Tribunal de Justiça de MT

Quanto a sua ida para a Mata Grande, José Delgado afirma que tem medo de voltar para lá, não por conta do relacionamento entre os reeducandos, mas pelo motivo que a mãe da menina trabalha na unidade prisional.

“Eu cheguei lá e fui recebido pelos presos, me sentaram e leram o ‘beabá’ do convívio lá dentro, me explicaram quem eu deveria respeitar e que lá tinha tarado pior do que eu, mas meu medo maior foi por outro motivo”, descreveu o ex-servidor.

Delgado também cita o nome de uma jornalista que segundo ele o tem difamado. “Eu sou muito conhecido e tenho bom relacionamento com todo mundo. Veja quem eu era na Prefeitura? Eu tive problemas com uma jornalista que aprontou lá dentro (Paço Municipal) e por conta disso foi mandada embora, nós tivemos problemas com esses sites que só…”, interrompeu antes de completar e voltou ao comentário. “Eu tratei da fome dela (jornalista) quando eu tinha lanche”, revelou balançando a cabeça.

Leia também:  Em outubro nova gestão assume o Hospital Regional de Rondonópolis

Ainda no decorrer da conversa, José Delgado afirma que os gastos com sua defesa são de recursos próprios e que ele vai encarar a situação de frente. Além disso, Delgado assegura que depois de solto não pretende ir embora de Rondonópolis e que por saber demais, acredita que irá dar a volta por cima.

“Sou um homem de 57 anos, tudo que sei vai morrer comigo, ano que vem é ano eleitoral e sei que muitos vão me procurar. Eu tenho certeza que vou dar a volta por cima”, finalizou Delgado antes de entrar na viatura que o transportou para Pedra Preta.

José Delgado dentro da viatura sendo transferido para Pedra Preta. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
José Delgado dentro da viatura sendo transferido para Pedra Preta. Foto: Varlei Cordova/AGORAMT
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.