Veículo em que os suspeitos estavam - Foto: PJC
Veículo em que os suspeitos estavam – Foto: PJC

Três criminosos que roubaram a agência dos Correios do município de General Carneiro (442 km a Leste), na manhã desta terça-feira (04.08), tiveram a ação frustrada pela Polícia Judiciária Civil. O trabalho da equipe da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Barra do Garças (509 km a Leste) resultou na prisão de um dos suspeitos e na recuperação de R$ 25 mil roubados pelo trio.

Além do dinheiro, duas armas e fogo e o veículo utilizados pelos criminosos para praticar o roubo foram apreendidos. O acusado, Pedro Gomes da Silva Junior, 26, foi preso em flagrante pela participação no roubo. Os outros dois suspeitos já foram identificados e estão foragidos.

Na manhã desta terça-feira (04), a equipe da Derf-BG foi informada que três homens armados haviam praticado o roubo na Agência dos Correios, em General Carneiro. Segundo as informações, o trio estava em um veículo Volkswagen Saveiro vermelho. Policiais traçaram a possível rota de fuga e montaram, duas equipes para tentar localizar os suspeitos.

Leia também:  Trio do crime e do tráfico é detido com menor em Rondonópolis

O veículo dos assaltantes foi avistado por policiais da Derf, há 35 km de Barra do Garças , no distrito de Torigueje, seguindo o sentido contrário da viatura policial. Os criminosos não obedeceram a ordem de parada dos policiais. A outra equipe que estava atrás parou a viatura sobre uma ponte para impedir a passagem dos suspeitos.

Ao perceber o cerco policial, jogaram o veículo na ribanceira e saíram atirando em direção aos policiais. Dois dos suspeitos entraram na mata fechada e pela dificuldade acesso acabaram perdendo os dois revólveres calibre 38, utilizados no crime. O terceiro suspeito foi preso e em buscas no veículo, policiais apreenderam R$ 25 mil roubados pelo assaltante.

Leia também:  Em ação conjunta, homem é preso por golpe do envelope vazio em Sorriso

O acusado foi conduzido da Derf-BG e autuado em flagrante pelo crime de roubo qualificado e associação criminosa. Em interrogatório com o delegado, Wilyney Santana Borges, o assaltante disse que ele e os comparsas decidiram cometer o roubo após receber informações de que a agência estaria com uma grande quantidade de dinheiro.

De acordo com o delegado, os dois suspeitos já foram identificados e uma equipe da Derf continua fazendo cerco na mata, para localiza-los. Após a conclusão do procedimento, o caso será repassado para Polícia Federal.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.