Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Joaquim Barbosa responde questionamentos do público após palestra – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, se apresentou na manhã desta segunda-feira (10), durante o 1º dia da Vitrine Agropec, no Parque de Exposições de Rondonópolis. Durante sua apresentação, o público fez questionamentos sobre temas atuais ao ex-representante do poder Judiciário e que não foram mencionados na palestra.

Dentre as dúvidas sobressaíram os assuntos relacionados a presidência da República. Joaquim Barbosa foi questionado sobre as chances de ocorrer o processo de um impeachment [quando mandado fica cassado] à presidente Dilma Rousseff (PT).

“As chances são pequenas, a presidente tem uma base parlamentar que impediria um impeachment. São muitos os requisitos, precisa de uma denúncia de crime de responsabilidade, uma acusação séria e muito grave. Ainda, é necessário que esta seja aprovado por 2/3 dos votos da Câmara de Deputados, basta que ela tenha uma pequena maioria a seu favor para que não ocorra o impeachment”, disse Barbosa.

Leia também:  Câmara dos Deputados deve votar criação da Federal de Rondonópolis em agosto

Joaquim ainda foi questionado sobre qual político tem o melhor perfil para ser presidente do Brasil. “Não vou falar em A, B ou C, o ideal é que ele se identifique com os valores de uma parcela significativa do povo brasileiro que tenha certas virtudes, que faça dele um líder para o povo e que entenda a máquina estatal”, ressaltou o ex-ministro do STF.

Para finalizar os questionamentos, Joaquim Barbosa foi sucinto ao responder se seria candidato a presidente da República. Com um sonoro ‘Não’, ele ressaltou que esteve durante décadas a serviço do setor público e que neste momento, se sente bem com a área privada.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.