Os 560 pré-aprovados pela Caixa Econômica Federal – CEF para serem os futuros moradores do Residencial Magnólia Angélica Araújo participaram de um sorteio no decorrer desta terça-feira (4), na sede da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo, que definiu qual lote e quadra cada um vai residir. Após este passo, faltará apenas a vistoria e a assinatura dos contratos, com data ainda a definir, para que as pessoas possam se mudar para as novas casas.

De acordo com a gerente regional de habitação da CEF, Fátima Regina Casteli Pinheiro, as obras do residencial já estão em fase de conclusão. “Estamos bem próximos da data de entrega, mas como ainda tem serviço a ser feito não queremos marcar o dia, ainda. Esta parte do sorteio ocorre um pouco mais adiantada devido à necessidade de fazermos os contratos individualizados com o nome da pessoa, a quadra e o lote, para ser assinado quando tudo estiver pronto”, disse.

Leia também:  Entrega de cestas básicas acontece nesta quarta-feira (19) no bairro Grande Conquista

O Residencial Magnólia Angélica Araújo, que ficará às margens da Avenida Daniel Clemente, na saída para a Rodovia do Peixe, faz parte do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ e compreende famílias com até R$ 1.600,00 de renda, de acordo com a secretária-adjunta de Habitação e Urbanismo, Maria Perpétua Teixeira de Oliveira Stefanini. “As parcelas, que têm duração máxima de 10 anos, sairão de R$ 25,00 até um máximo de R$ 80,00”, detalhou.

Mãe de dois filhos, Ângela Márcia de Oliveira Pereira, de 34 anos, afirma que a casa que receberá no Magnólia lhe dará uma ‘nova vida’, junto a sua família. “É uma espera de anos que agora se torna um sonho realizado. Tenho uma filha de 18 anos e outra de 14 então é claro que a gente pensa em conseguir uma casa só nossa e estou muito feliz por esta realização”, disse.

Leia também:  Com EP lançado este ano, Hottel Casablanca fala da expectativa de tocar no Cerrado Fuzz

O vigilante, José Brito Ferreira, diz que levará a esposa e mais cinco filhos para encontrar de vez uma vida segura em um imóvel próprio. “Era a notícia que nós mais esperávamos na vida, uma verdadeira benção de Deus. Moramos em uma casa cedida então claro que sempre me preocupo. Agora, no Magnólia, vou poder viver com mais tranquilidade com minha família”, comemora.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.