Foto: internet
A couve é um alimento indicado para as gestantes que previne o aborto – Foto: internet

A couve é um importante alimento entre as verduras verde-escuras que não pode faltar no cardápio por favorecer a desintoxicação e o equilíbrio do organismo. Ela é rica em fibras, vitaminas e minerais, com destaque para o ácido fólico, tão importante antes e durante a gravidez. “A futura mamãe necessita desse nutriente, que é essencial para o desenvolvimento do tubo neural do bebê, principalmente durante o primeiro trimestre de gestação”, explica a nutricionista Daniela Fagioli-Masson, da Asbran.

A nutricionista Angélica da Costa Matte, do Incor (SP) esclarece ainda que a couve contém mais ferro e cálcio do que qualquer outra verdura eque seu alto teor de vitamina C aumenta a capacidade de absorção desses minerais pelo organismo. “É ainda excelente fonte de betacaroteno, vitamina E e potássio”, completa.

Leia também:  Café na dose certa para preservar a sua saúde

A médica nutróloga Priscila Panzarella afirma que o alimento é indicado para as gestantes, inclusive as diabéticas, porque é rica em fibras que dão saciedade e, por ter vitamina E, um antioxidante que previne o aborto.

Em relação ao ferro, ele se torna mais necessário para a gestante durante o último trimestre, pois já irá fazer parte da reserva do feto. Sendo assim, segundo Daniela, as folhas verde-escuras não podem faltar nesteperíodo. “Elas devem ser acompanhadas sempre por alimentos ricos em vitamina C, como a laranja, a acerola e a goiaba, que irão melhorar a absorção do nutriente pelo organismo”, diz. Ela reforça, ainda, que alimentos ricos em cálcio, como queijo, soja e grão-de-bico, não devem ser consumidos na mesma refeição dos que são fontes de ferro, pois o cálcio dificulta muito a absorção do ferro pelo organismo.

Leia também:  Compare morango e framboesa

PODEROSO ANTI-INFLAMATÓRIO

A couve é uma verdura da família das crucíferas com propriedades que justificam que seu consumo seja mais frequente. Um dos motivos é seu potencial anti-inflamatório que ajuda a combater qualquer tipo de inflamação no organismo. Pelo fato de também ter ação digestiva, é perfeita para driblar os terríveis desconfortos do final da gravidez, quando o útero com o bebê comprime os órgãos que estão próximos e a azia aparece e costuma incomodar.

MODO DE USAR: uma porção média, que equivale a duas colheres de sopa, pode ser consumida de três a quatro vezes por semana. “Para aumentar a absorção de nutrientes, adicione umas gotinhas de limão ou procure consumir frutas cítricas na mesma refeição”, diz Angélica. A couve também pode compor receitas de sucos, como o de laranja.

Leia também:  O que o povo sabe sobre esclerose múltipla
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.