O advogado Júlio César Domingues Rodrigues, denunciado na ‘Operação Ventríloco’ foi preso nesta sexta-feira (07), em São Paulo, pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco/MT). Ele estava foragido desde 01 de julho, quando a operação foi deflagrada, e será transferido para Cuiabá ainda hoje.

Na mesma operação também foram denunciados o ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Geraldo Riva, Luiz Marcio Bastos Pommot e Anderson Flavio de Godoi. Os quatro respondem pelos crimes de peculato, constituição de organização criminosa e lavagem de capitais. Conforme o Gaeco, não existe mais pedido de prisão em aberto em relação à referida operação.

De acordo com a denúncia, “no período compreendido entre os anos de 2013 e 2014 os investigados juntamente com parlamentares estaduais constituíram uma organização criminosa estruturalmente ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas com um único objetivo: saquear os cofres da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso”.

Leia também:  Polícia apreende arma e munições e homem é detido em residência no Jardim Iguassu

O esquema envolveu a quitação de valores de um seguro contratado pela Assembleia Legislativa, na década de 90, junto ao antigo Bamerindus Companhia de Seguros.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.