O Ministério das Relações Exteriores confirmou ontem (1º) o recebimento de nota diplomática enviada pelo governo paraguaio sobre uma troca de tiros entre contrabandistas e militares brasileiros e paraguaios no Rio Paraguai. O Itamaraty informou que responderá o documento na segunda-feira (3).

De acordo com a nota enviada ao governo do Brasil, o incidente teria ocorrido na terça (28) e quarta-feira (29), próximo à cidade de Salto del Guaira, localizada perto da fronteira entre os dois países.

O embaixador brasileiro em Assunção, José Felício, foi convocado na sexta-feira (31) pelo chanceler paraguaio para receber uma nota diplomática sobre o episódio.

Segundo o governo do Paraguai, o Exército brasileiro invadiu o território paraguaio durante operações de combate a delitos na fronteira. Militares brasileiros teriam identificado seis embarcações de contrabandistas com mercadorias que seriam trazidas para o Brasil. De acordo com o governo paraguaio, os militares do Brasil trocaram tiros com os contrabandistas a 100 metros da costa paraguaia.

Leia também:  Juíza é morta pelo esposo delegado após discussões em apartamento

A assessoria de imprensa do Itamaraty esclareceu que está apurando o incidente e na segunda-feira enviará resposta ao governo paraguaio. A assessoria explicou que o Brasil deverá propor trabalho coordenado entre os dois países na região.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.