O Governo de Mato Grosso retomou nesta sexta-feira (14), por meio de edital complementar publicado no Diário Oficial, o concurso público para o cargo de Auditor do Estado, da Controladoria Geral do Estado (CGE-MT). As inscrições foram reabertas e podem ser feitas até 14 de setembro de 2015, via internet, pelo endereço www.concursosfmp.com.br. A taxa de inscrição é R$ 180,00 e deve ser paga até o dia 15 de setembro de 2015, durante o expediente bancário.

Poderá solicitar isenção da taxa de inscrição o candidato que comprove ser doador regular de sangue, receba até um salário mínimo e meio, se encontre desempregado, seja economicamente hipossuficiente e esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – CadÚnico como membro de família de baixa renda.

São disponibilizadas duas vagas e formação de cadastro de reserva. O cargo de Auditor do Estado exige formação de nível superior e registro no respectivo conselho de classe, nas áreas: Ciências Contábeis, Engenharia Civil, Administração, Direito, Ciências da Computação e Economia.

Leia também:  Mato Grosso lança projeto de PPP em tempo recorde

A remuneração inicial é de R$ 13.511,68 para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. O regime jurídico do cargo é estatutário.

Provas

A seleção terá três fases: provas objetivas, discursivas e de títulos, sendo as duas primeiras de caráter eliminatório e classificatório. Já as provas de títulos têm caráter unicamente classificatório.

A prova objetiva deve ser realizada na data provável de 17 de outubro de 2015, no período da tarde, em Cuiabá. A prova discursiva deve ser aplicada na data provável de 18 de outubro de 2015, também no período da tarde, na Capital.

Participarão da prova de títulos somente os candidatos aprovados nas etapas objetiva e discursiva. Os locais e horários precisos das provas serão divulgados no endereço eletrônico www.concursosfmp.com.br .

Leia também:  Sejudh define criação de espaços ao público LGBT em unidades prisionais

Conhecimentos

As provas objetivas e discursivas envolverão conhecimentos básicos (Língua Portuguesa, Matemática Financeira, História e Geografia de Mato Grosso, Ética, Filosofia), complementares (Direito Constitucional, Direito Administrativo, Contabilidade Geral, Contabilidade Pública, Administração Pública, Administração Financeira e Orçamentária, Direito Previdenciário e Economia do Setor Público) e específicos (Controle na Administração Pública e Auditoria Governamental).

Segundo o secretário-controlador geral do Estado, Ciro Rodolpho Gonçalves, como a cargo exige atividades de alta complexidade e responsabilidade elevada, os itens das provas poderão avaliar habilidades que vão além do mero conhecimento memorizado, abrangendo compreensão, aplicação, análise, síntese e avaliação, com o intuito de valorizar a capacidade de raciocínio.

Retomada

O certame foi lançado em dezembro/2014 e suspenso no início deste ano como parte das medidas do Governo de Mato Grosso para reorganização das finanças do Poder Executivo Estadual. Em maio de 2015, o governador Pedro Taques garantiu a retomada do concurso pela necessidade de ampliação do quadro de auditores (atualmente são 68) para assegurar o controle e a transparência das contas públicas de Mato Grosso.

Leia também:  Câmeras GoPro serão utilizadas para gerar provas em Operações da Lei Seca

“Entendo a necessidade dessa carreira para assegurar os interesses primários do cidadão, como saúde, educação e segurança pública. Por isso, faremos este concurso”, enfatizou o governador em recente visita à CGE.

As atividades do cargo de auditor do Estado compreendem: auditoria governamental, controladoria, correição, ouvidoria e fiscalização contábil, financeira orçamentária, operacional e patrimonial do Poder Executivo Estadual, além de apoio ao controle externo em sua missão institucional.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.