Um homem, pai de uma jovem de 20 anos, foi detido no Dubai após ter impedido o salvamento da própria filha, que estava a afogar-se.

De acordo com o canal de televisão Emirates 24/7, o homem deixou a filha morrer afogada porque não queria que esta fosse tocada por homens estranhos.

O comandante Ahmed Burqibah, do departamento de Busca e Salvamento da Polícia do Dubai , afirmou, em declarações ao mesmo canal, que nunca viu nada semelhante.

O homem, de origem asiática, estava na praia com a mulher e os filhos e quando a jovem se começou a afogar, dois nadadores-salvadores acorreram em seu auxílio, mas o pai não deixou.

“O homem era alto e forte. Começou a puxá-los e a impedir o salvamento. Até se tornou violento. Para ele, se os dois homens tocassem na sua filha, esta seria desonrada. Custou-lhe a vida da filha”, indicou o comandante.

Leia também:  Durante festa infantil 11 pessoas são assassinadas no México

“Este é um daqueles acidentes que nunca irei esquecer. Fiquei chocado, eu e outros que trataram do caso”, acrescentou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.