Foto: assessoria
Foto: assessoria

O deputado estadual Max Russi (PSB) recebeu uma Moção de Aplausos da Câmara Municipal de Pontal do Araguaia em reconhecimento ao empenho para reabertura do Parque da Serra Azul (PESA), um dos principais pontos turísticos e de preservação do Vale do Araguaia. A homenagem foi proposta pelo vereador Leandro Cardoso após assinatura do Protocolo de Intenções que prevê execução de ações que vai garantir a abertura do uso público da unidade de conservação, interditado desde outubro de 2014.

O documento foi assinado por Max Russi, juntamente com o governador Pedro Taques, o prefeito de Barra do Garças, Roberto Farias, representantes do MPE, Sema e Câmara de Vereadores, após articulação do parlamentar junto às instituições. “Na primeira visita a Barra como deputado e presidente da Comissão de Indústria, Comércio e Turismo da Assembleia fomos cobrados sobre a situação do Parque, que além de espaço de visitação é palco de fé e tradição, devido aos pontos como Escadaria da Fé, Mirante do Cristo e Discoporto”, disse Max, que já esteve três vezes no Município para discutir sobre as tratativas para reabertura do Parque.

Leia também:  Vereador Thiago Silva reivindica sinalização de trânsito no Jardim Serra Dourada

De acordo com o vereador Leandro, a homenagem ao deputado é justa, considerando que iniciativas dessa natureza merecem registro e aplauso. “O deputado não tem medido esforços. Levou a discussão ao governador Pedro Taques, à secretária Ana Peterlini, às demais instituições e, em menos de 20 dias, garantiu que fossem firmados os compromissos para reabertura do parque. Com certeza, ele merece esse reconhecimento”.

Protocolo de Intenções – O documento formalizado entre Governo do Estado, Assembleia Legislativa, MPE, Prefeitura e Câmara de Vereadores apresenta um cronograma de ações que já estão em andamento e outras que deverão ser executadas para que os pontos de uso público do parque sejam reabertos.

Leia também:  Comando local do Solidariedade pode ter disputa

Neste cronograma contam a reforma e ampliação da guarita principal, elaboração de projetos e execução de adequação da estrada até o mirante do Cristo e do centro de visitantes, compra de equipamentos para sua operacionalização, e adequação das trilhas das cachoeiras.

Também são fundamentais a desapropriação do Clube da Maçonaria (que será aberto à população); contratação de empresas especializada para estudo de viabilidade de concessão dos atrativos turísticos, contratação de, no mínimo três monitores/guardas de parques e de uma brigada para prevenção e combate a incêndios florestais, e aquisição de um veículos 4×4. O conselho consultivo da unidade já está em funcionamento.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.