Pelo jeito, a novela da creche “Pingo de Gente” deve ter novos capítulos em Pedra Preta. Acontece que a obra recém entregue do Centro Educacional Antônia Aparecida Garcia, creche popularmente conhecida como Pingo de Gente, já começou a “desmoronar”. Durante as obras, as janelas velhas foram retiradas para colocação de novas, entretanto, depois de alguns dias, as antigas foram recolocadas, e estas, já começaram a cair em sala de aula.

Professora Eliete mostra janela de sala de aula em que trabalha - Foto: Divulgação
Professora Eliete mostra janela de sala de aula em que trabalha – Foto: Divulgação

De acordo com a educadora infantil, Eliete Leão (foto ao lado), praticamente todas as janelas estão caindo. “A janela que eu apareço segurando quase caiu em crianças, ela estava mal fixada. Fora isso existem outros problemas”, argumentou ela.

Leia também:  Seduc apresenta proposta para a realização dos jogos regionais estudantis

As fotos abaixo comprovam a fala da professora, além da ferrugem nas janelas e queda das mesmas, infiltrações já começaram a aparecer nas paredes da instituição.

A história da Pingo de Gente é daquelas de lamentar. A obra iniciada em maio de 2014 tinha prazo de conclusão de 90 dias e estava prevista para ser entregue em setembro do mesmo ano, com o atraso, reprogramaram para 06 de fevereiro de 2015, após, fixaram a data em 06 de março, e depois para junho, até que no dia 16 do mês passado, foi inaugurada.

 

No decorrer da obra, como citado acima, todas as janelas foram retiradas para a fixação de blindex, depois, a empresa responsável pela obra recolocou as mesmas janelas. Na época, a secretária municipal de Educação, Arlete Silva, informou que foi um erro da própria empreiteira e que isso não havia implicado em mais despesas para o município. “Estava apenas previsto no contrato a troca de algumas folhas”, afirmou há alguns meses.

Leia também:  Confira as orientações do Procon Estadual para matrículas e rematrículas

Pedra Preta | Atrasada, obra da Pingo de Gente tem inauguração suspensa pela 3ª vez

Além desta confusão, a obra ficou um tempo parada por falta de pessoal. Fora isso, o forro que foi colocado na cantina, desmoronou. Foi mais um detalhe que tiveram de corrigir antes da reforma ser entregue.

Placa da obra na frente da creche - Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT
Placa da obra na frente da creche – Foto: Ronaldo Teixeira / AGORA MT

Para se ter uma ideia, o valor inicial estimado para a reforma foi de R$ 272 mil. Mas, de acordo com a própria Prefeitura, foram gastos, quase R$ 600 mil e 1 ano e três meses de trabalho. “Tivemos que aditivar a obra e o tempo da reforma, pois houve mudanças no projeto inicial, o que acarretou na demora”, acrescenta Arlete durante a última entrevista.

Leia também:  Homologada licitação para Ganha Tempo em Rondonópolis

OUTRO LADO

A reportagem do Site AGORA MT entrou em contato com a secretária Arlete, para saber qual medida a Prefeitura Municipal de Pedra Preta, deve tomar devido os problemas existentes na unidade educacional. Entretanto as ligações não foram atendidas.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.