A cidade de Poxoréu (distante cerca de 90 quilômetros de Rondonópolis), pode perder no ano que vem, parte de seu território para Primavera do Leste (PVA). Acontece que o Governo do Estado através da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan) em parceria com a Assembleia Legislativa e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), deu início no mês passado, à atualização das divisas.

Na semana passada, uma equipe técnica da Seplan e do IBGE, estiveram em Primavera do Leste e em Poxoréu para orientar os gestores sobre a atualização das divisas, bem como a possibilidade de anexação territorial de áreas que atualmente são atendidas por outro município.

De acordo com o engenheiro agrônomo Alan Pereira da Silva, Poxoréu pode perder para Primavera do Leste uma das principais fontes de renda. São cerca de 40 mil hectares próximos da região do distrito de Nova Poxoréu, região norte do município. Este espaço, ainda segundo ele, é uma região privilegiada, muito produtiva, que representa 64% da economia municipal.

Leia também:  Projeto propõe agilizar de forma online recursos contra notificações de trânsito

“Ficamos surpresos em saber que PVA solicitou parte de nosso território, até porque, Primavera foi distrito de Poxoréu. Soa como ingratidão. Não é aceitável e vamos defender a cidade na justiça”, questionou o engenheiro que participou das reuniões.

Agora a Prefeitura Municipal de Poxoréu terá que se municiar de informações e documentos, comprovando o porquê que esta área deve permanecer nos limites do município. O mesmo terá de PVA a fazer, contudo ao contrário.

Conforme Alan, ainda neste ano, será realizada em Rondonópolis uma oficina de trabalho, das quais participarão todos os municípios que compõem o bloco em análise. Nos casos em que não houver consenso, serão aplicados questionários sócio-econômicos.

Leia também:  “Apesar do alto investimento, não estamos constatando melhorias na saúde”, diz vereador Silvio Negri
Mapa mostra o território de Poxoréu e suas divisas - Foto: Reprodução
Mapa mostra o território de Poxoréu e suas divisas – Foto: Reprodução

De forma mais esclarecedora, o secretário Desenvolvimento da Indústria, Comércio, Agricultura e Meio Ambiente de PVA, Adriano Voigt, explicou para a reportagem do Site AGORA MT, que no caso de Primavera, neste 1º momento, a reunião como pré-vistoria estabelece a criação de uma comissão que discutirá, em oficina programada para o mês de setembro, as divisas ao norte de PVA com Nova Brasilândia e Planalto da Serra. Na sequência, durante o mês de março de 2016, serão contempladas as cidades do Bloco 3, do qual fazem parte Primavera do Leste e Poxoréu.

“Não solicitamos a área, acontece que os distritos de Vale Verde, Novo Poxoréu e comunidade Buritis pertencem a Poxoréu, entretanto, é Primavera do Leste que dá o suporte de infraestrutura, educação e saúde nestas localidades. Não estamos negando atendimento, mas pedimos para que a Administração de Poxoréu cuide de seu território, até porque eles recebem uma grande verba do Fethab para cuidar das estradas, e nem isso está tendo suporte. Se o questionamento chegar aos moradores destas localidades citadas, acredito que eles escolherão Primavera, o que pode acarretar na anexação territorial desta área de Poxoréu para PVA”, detalhou o secretário.

Leia também:  Ministro das Cidades é o primeiro anunciar saída do governo Temer

Após cumprirem todas as etapas, oficinas, debates e consenso, a ratificação ou retificação dos limites dos municípios será objeto de projeto de Lei e encaminhado para aprovação pela Assembleia Legislativa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.