O senador José Medeiros, líder do PPS, afirmou durante pronunciamento, nesta segunda-feira (17.08), que a presidente da República Dilma Rousseff está sem sustentação popular, ao comentar as manifestações realizadas neste domingo.

Para José Medeiros, o país enfrenta um cenário grave, que deve provocar uma grande reflexão e achar a saída para esta crise é responsabilidade do governo federal, não do Legislativo. Segundo disse, uma das causas da crise foi o gasto exagerado do governo em programas que o país não tinha como manter, como por exemplo, os programas de creches, o de maquinário e a desoneração da folha de empresas de alguns setores.

O senador de Mato Grosso observou que, com a redução dos encargos trabalhistas, esperava-se que os empresários ficassem com mais dinheiro e investissem mais no país. “Só que isso não aconteceu”, lamentou. José Medeiros disse que o governo precisa recuperar a governabilidade, reorganizando sua base com os poucos aliados que lhe restam. Ele advertiu, no entanto, que a base para essa governabilidade não pode ser paga e tem a missão de criar condições para o país seguir seu rumo.

Leia também:  Vereadores recebem projetos de lei da Prefeitura para implantação de cursos da Unemat em Rondonópolis

Transição – “Agora, o que vamos fazer? Qual é a saída? É ajudar, é sustentar que esse governo fique? É aumentar a agonia ou é começarmos a pensar na construção de uma transição, de partir para o convencimento da própria presidente de que acabou. Era isso o que queríamos? Não, mas a grande realidade é que acabou”, declarou.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.