Moto que os suspeitos usavam no dia do crime - Foto:Messias Filho/AGORA MT
Moto que os suspeitos usavam no dia do crime – Foto: Messias Filho / AGORA MT

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) depois de uma série de investigações prendeu no início da noite desta segunda-feira (21) em Rondonópolis – MT, dois suspeitos do latrocínio contra o haitiano, Pauleme Mezilus (28), no domingo (13) (reveja aqui a matéria).

De acordo com o investigador da DERF, Marcelo de Souza Teixeira (37) e Jaqueline Martiolli Viana (31), seriam os responsáveis pela morte do imigrante, logo após a tentativa de roubo de celular de Pauleme.

Segundo declaração de Jaqueline, ela conhece Marcelo e teria aceitado passear com ele na motocicleta do suspeito, mesmo sabendo que ele já teria cometido roubos de celulares em outras ocasiões.

Leia também:  Moto é recuperada pela polícia através de rastreador em Rondonópolis

Jaqueline ainda afirmou as equipes de reportagem que pressentiu que Marcelo iria cometer o roubo à Pauleme e que por isso teria pulado da moto, e correndo viu quando o haitiano gritou e caiu no chão.

A todo momento Jaqueline aponta Marcelo como autor pelo latrocínio e o chama de mentiroso quando ele afirma que não teria cometido o crime.

Agora a DERF irá concluir o inquérito e enviar à justiça que decidirá se o casal é culpado ou inocente do latrocínio contra o haitiano Pauleme Mezilus.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.