Assembleia - Foto: assessoria
Assembleia – Foto: assessoria

A diretoria do Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso (SINDSPEN-MT) se reuniu em assembleia na tarde desta segunda-feira (21) com a categoria, para discutir os inúmeros problemas referentes a falta de segurança nas unidades penais do Estado.

Cerca de 100 profissionais marcaram presença no evento, que aconteceu na Associação dos Servidores da polícia federal (ASEF), entre eles, representantes de todas as subsedes do SINDSPEN-MT no interior do Estado, sendo Cáceres, Sinop, Pontes e Lacerda, Juína, Tangará da Serra, Água Boa e Rondonópolis.

Durante a reunião, muitos servidores fizeram questão de relatar a situação caótica em que estão vivendo nas unidades penais, principalmente em função da falta de efetivo, problema este que coloca a unidade e os agentes penitenciários em risco.

Leia também:  Nova Mutum | Bombeiros e moradores apagam incêndio em terreno

Após diversos posicionamentos, foram feitos alguns encaminhamentos, entre eles, uma paralisação da categoria por 24 horas, mas por fim, a categoria decidiu por aguardar uma resposta por parte do governo do Estado, acerca de um novo concurso público para decidir os próximos passos da categoria.

“Segundo alguns servidores presentes na assembleia, a única alternativa para o governo enxergar a situação caótica em que se encontra o sistema penitenciário seria cruzarmos os braços, porém, uma vez que tivemos por parte do secretário da Casa Civil, Paulo taques, demonstração de ouvir a necessidade da categoria e se comprometeu junto ao governador de buscar alternativas, fez com que a maioria resolvesse aguardar para a próxima assembleia”, disse o presidente do SINDSPEN-MT, João Batista.

Leia também:  Vizinhos ficam trancados por mais de 8h em banheiro durante roubo a residência

Diante disso, uma nova assembleia entre os servidores ficou agendada para o dia 02 de outubro.

“Até a próxima assembleia já teremos uma resposta por parte do governo do Estado a respeito do concurso público, já que temos uma reunião com o secretário da Casa Civil, na próxima sexta-feira (25)”, informou Batista.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.