Mais uma morte em consequência da dengue foi confirmada pela Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES-MT). A vítima é um morador, 34 anos, do município de Juína (MT). Com este caso sobe para seis o número de mortes provocadas pela doença este ano. Segundo a Secretaria de Saúde, outras quatro mortes estão sendo investigadas. Em 2014, foram confirmadas cinco mortes decorrentes da doença.

“Após o óbito de um paciente a equipe técnica inicia, junto com o município, o protocolo de investigação daquela morte por dengue para confirmar ou descartar a doença, com a finalidade de identificar possíveis fatores determinantes do óbito, para que se possa preveni-los”, disse em nota, a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Flávia Guimarães.

Leia também:  Sindicalistas chegam a acordo com governo sobre perdas salariais

Notificações

De acordo com o relatório epidemiológico da SES, houve um aumento de 121% nas notificações de casos de dengue em 2015 comparado ao ano anterior. Entre 1º de janeiro a 16 de setembro de 2015, foram notificados 21.574 casos de dengue. Em 2014, esse número era de 9.759 casos.

Em Mato Grosso são contabilizadas 77 cidades com alta incidência de dengue: Alto Taquari, Campo Novo do Parecis, Cocalinho, Matupá, Novo Horizonte do Norte, Paranaíta, Ribeirãozinho, Santa Carmem, Santa Rita do Trivelato, Serra Nova Dourada, Sinop, Torixoréu e Várzea Grande, são os municípios com os maiores índices.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.