O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) informa que das 22 pessoas presas na Operação Metástase, três tiveram as prisões prorrogadas. Os outros 19 foram ouvidos e liberados. Continuam presos Hilton Carlos da Costa Campos, Geraldo Lauro e Maria Helena Ribeiro Ayres Caramelo. Os interrogatórios e oitivas de testemunhas continuarão toda a semana.

Segundo o Gaeco, as oitivas realizadas dos investigados e testemunhas foram bastante esclarecedoras e não estão descartadas novas prisões.

Foram liberados  Willian Cesar De Moraes, Talvany Neiverth, Mario Marcio Da Silva Albuquerque, Felipe José Casaril, Agenor Jacomo Clivati Junior, Atail Pereira Dos Reis, Maria Hlenka Rudy, Tania Mara Arantes Figueira, Frank Antonio Da Silva, Abemael Costa Neto, Servio Tulio Migueis Jacob, Lais Marques De Almeida, Marisol Castro Sodré, Ana Martins De Araujo Pontelli, João Luquesi Alves, José Paulo Fernandes De Oliveira, Leonice Batista De Oliveira, Vinicius Prado Silveira e Odenilton Gonçalo Carvalho Campos.

Leia também:  Durante rondas, PM prende dupla acusada de tráfico de drogas

ENTENDA

Mais de 20 mandados de prisão temporária expedidos pela Vara do Crime Organizado foram cumpridas na quarta-feira (23) em Mato Grosso (MT). A ação está sendo desenvolvida pelo Gaeco, composto por membros do Ministério Público, Polícia Civil e Polícia Militar.

Ao todo são 22 mandados de prisão temporária. Na mesma oportunidade foram cumpridos mandados de busca e apreensão.

LEIA MAIS

Operação em ação conjunta busca cumprir mais de 20 mandados de prisão

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.