Foto: Reprodução/ Rede Record
Foto: Reprodução/ Rede Record

O capítulo desta quarta-feira (23) será surpreendente! Mesmo após ser avisado por Moisés sobre a chegada da quinta praga que mataria os animais, Ramsés endureceu o coração e se negou a libertar os hebreus. Navegue na galeria e veja os principais acontecimentos do próximo capítulo.

Nefertari se apavora ao saber que todos os animais estão morrendo.

Ramsés diz que Moisés não irá impedi-lo de nada e decide manter o cortejo. Em seguida, Paser avisa que o touro sagrado morreu e Ramsés se desespera. Inconformado, o rei cancela tudo e decreta luto em todo o Egito.

Hur fica emocionado ao entrar pela última vez na oficina do palácio.

Simut entrega o cajado para que Hur devolva-o a Moisés.

Leia também:  Resumo de novelas desta segunda-feira (02)

Bakenmut proíbe os guardas de alimentarem Henutmire.

Desolada, a princesa clama a Deus em sua cela.

Arão afirma que Ramsés está descobrindo da pior maneira que nenhum deus egípcio pode ajudá-lo.

Ramsés fica sabendo que na vila dos hebreus nenhum animal foi morto.

Apuki ameaça expulsar Ana e Judite de casa. O feitor diz que elas devem renegar o Deus dos hebreus para permanecerem vivendo sob o mesmo teto e Ana se indigna.

Moisés decide ir até o palácio para falar com Ramsés.

O hebreu se dirige aos oficiais e pede para entrar no palácio. O faraó surge no portão e manda Moisés sumir dali.

O libertador pede para o rei soltar Henutmire. Ramsés aperta o pescoço de Moisés com a espada e ameaça matá-lo.

Leia também:  O Rico e Lázaro | Zabaia flagra Sammu-Ramat aos beijos com Rabe-Sáris

Continue ligado em todas as emoções e surpresas de Os Dez Mandamentos!

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.