Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Na última quarta-feira, o Ginásio Aecim Tocantins sediou um evento relacionado a Semana Estadual da Luta da Pessoas com Deficiência que contou com a participação de aproximadamente 600 pessoas em atividades como jiu-jítsu, judô, vôlei sentado, handebol para cadeirantes, tiro livre, tênis de mesa, pebolim e oficinas.
Mário Márcio Pecora, superintendente de promoção e articulação de políticas públicas para pessoas com deficiência, do Governo do Estado, explica que o primeiro objetivo os deficientes e as modalidades paraesportivas, para no próximo ano implementar novas políticas públicas para esse público.
– Esse evento diz para esses indivíduos que nós temos uma superintendência que está olhando para eles a partir de agora. Inclusive, estamos levando pela 1ª vez na história institucional do governo, 15 paratletas em idade escolar para as Paraolimpíadas Nacionais. E também temos outras ações já planejadas para este ano, como os Jogos Paraolímpicos do Vale do Rio Cuiabá, que será no mês de novembro – explicou.
Thiago George, 19 anos, portador de uma doença congênita que afeta a coordenação motora, conta que o jiu-jítsu o ajudou ter uma melhor qualidade de vida.
– Através do jiu-jítsu consegui visitar lugares que nunca imaginei que conheceria algum dia. Já competi em várias cidades e até no Rio de Janeiro. Cheguei a conhecer a praia. E foi por causa da prática do esporte e da convivência com outros lutadores que melhorei minha coordenação motora e dicção. Antes tinha muita dificuldade para andar e conversar – contou Thiago.

Leia também:  Mato-grossenses jogam pelo brasileiro neste final de semana
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.