Foto: Reuters
Foto: Reuters

As chances de Felipe Massa conseguir um bom resultado no GP do Japão duraram poucos metros. Partindo da quinta posição, o brasileiro demorou a tracionar e se envolveu em um toque com Daniel Ricciardo da RBR logo na largada, em um incidente que resultou em pneus furados para ambos os pilotos. Precisando percorrer o circuito inteiro com apenas três rodas, o veterano da Williams levou uma volta do pelotão e caiu para último, tendo a corrida completamente prejudicada. A vitória ficou com Lewis Hamilton, da Mercedes.

– Eu estava na frente, mas acho que o Ricciardo ficou meio espremido entre mim e o Kimi e minha corrida acabou ali porque eu levei uma volta só enquanto ia para os boxes – disse o piloto à imprensa brasileira em Suzuka.
Daniel Ricciardo e Felipe Massa se tocam na largada do GP do Japão (Foto: Reuters)
Momento em que Daniel Ricciardo e Felipe Massa se tocam na largada do GP do Japão (Foto: Reuters)
Após o incidente, Massa apenas cumpriu tabela na prova. Com uma volta de desvantagem, o brasileiro precisaria torcer para a entrada de um safety car para ter condições de recuperar parte do terreno perdido, o que não ocorreu. Ao fim, ele ultrapassou apenas os carros da Manor, ganhou mais uma posição com abandono de Felipe Nasr, e recebeu a bandeirada em 17º. Perguntado se achava que valia a pena ter continuado na prova, ele foi sincero:

Leia também:  Estreia de Pelé pela seleção brasileira completa 60 anos

– Na verdade, não. Só se tivesse acontecido um safety car. A equipe achou melhor continuar esperando alguma chance. Com uma volta atrás, era difícil ultrapassar e eu tinha que ficar deixando os outros passarem o tempo todo – lamentou.
Massa ficou ainda mais frustrado ao ver que seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas terminou em quinto, atrás da dupla da Mercedes, Lewis Hamilton e Nico Rosberg, e da Ferrari, Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen.

– Eu tinha carro para contribuir com uma boa soma de pontos também. Temos que juntar tudo e recuperar esses pontos na próxima corrida – disse.
Felipe Massa com pneu furado após toque na largada do GP do Japão (Foto: Reuters)
Felipe Massa com pneu furado após toque na largada do GP do Japão (Foto: Reuters)
Há duas provas sem chegar entre os dez primeiros, Massa segue estacionado na sexta colocação do Mundial de Pilotos, com 97 pontos. Com 14 das 19 etapas disputadas, ele viu o parceiro finlandês, quinto colocado, abrir 14 pontos de vantagem. Hamilton lidera o campeonato com 277. Massa terá a chance de dar a volta por cima daqui a duas semanas, no GP da Rússia, marcado para dia 11 de outubro.

Leia também:  Técnico do União lamenta: “Dava para ir mais longe”
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.